Xiaomi lança óculos inteligentes com realidade aumentada e fotos de 50 MP

Denner Perazzo

Publicado 03/ago2 min de leitura

Resumo

Empresa chinesa sai na frente de concorrentes e avança neste segmento tecnológico

xiaomi
Empresa chinesa sai na frente de suas concorrentes em relação aos óculos de realidade aumentada (Foto: Xiaomi/Reprodução)

Na última segunda-feira (1º), a Xiaomi, gigante do setor de tecnologia, anunciou seu tão aguardado óculos inteligente que também funciona com realidade aumentada (RA). Denominado Xiaomi Mijia Glasses Camera, o dispositivo foi apresentado em setembro de 2021, mas lançado apenas nessa semana.

E os óculos não têm Camera no nome à toa. Isso porque o equipamento possui um conjunto fotográfico com a uma lente principal de 50 MP e com um sensor periscópio de 8 MP, capaz de realizar zoom óptico de 5x e híbrido de 15x. Mas não se preocupe: os óculos possuem leds que ficam acesos quando a pessoa tira foto, justamente para evitar registros sem autorização. A empresa prometeu que as fotos sairão exatamente como o usuário enxerga o mundo.

xiaomi
Foto: Xiaomi/Reprodução

De acordo com anúncio da Xiaomi, os óculos foram pensados para que “todos possam expressar seu entusiasmo criativo, combinando características de óculos RA e armações comuns”. Entre as funções de RA, o dispositivo apresenta funções em 3D nas lentes, além de tradução simultânea de inglês para mandarim e vice-versa. Mais funções de realidade aumentada serão apresentadas em breve, segundo a empresa.

Para suportar isso, o acessório possui um Qualcomm Snapdragon, 3 GB de RAM, 32 GB de armazenamento interno, suporte ao Bluetooth 5.0 e Wi-Fi, além de bateria de 1.020 mAh e carregamento rápido sem fio de 10W. Em relação à tela, o acessório vestível possui um painel Micro OLED da Sony com brilho máximo de 3.000 nits, densidade de 3.281 ppi.

Os novos óculos Xiaomi Mijia Glasses Camera podem ser reservados por 2.499 yuans na plataforma de crowdfunding Youpin. Em conversão direta, isso seria equivalente a R$ 1912,00. Porém, a empresa já alertou que, quando as vendas oficiais forem abertas, o preço subirá para 2.699 yuans - R$ 2.065. A data oficial do início das vendas ainda não foi divulgada.

Denner Perazzo

Repórter


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.