Ford vai desenvolver chips com GlobalFoundries

Logo do bot da Reuters

Reuters

Publicado 18/nov2 min de leitura

Por Stephen Nellis e Ben Klayman

SÃO FRANCISCO/DETROIT, Estados Unidos (Reuters) - A Ford e a fabricante de chips GlobalFoundries planejam trabalhar juntas para aumentar o fornecimento de microprocessadores para os veículos da montadora norte-americana e a para a indústria automotiva dos Estados Unidos, disseram as empresas nesta quinta-feira (18).

As duas companhias anunciaram um acordo não vinculante que pode envolver o aumento da capacidade de produção da linha atual da Ford e pesquisa e desenvolvimento conjuntos em várias categorias de chips.

Controlada pelo fundo soberano de Abu Dhabi, a GlobalFoundries tornou-se publicamente negociada em bolsa este ano, quando vendeu uma participação em uma oferta pública inicial de 26 bilhões de dólares. A empresa disse que parte dos 2,6 bilhões levantados na operação serão destinados à construção de uma segunda fábrica de chips em Nova York.

"Esperamos que a Ford e a GlobalFoundries se unam para aumentar o fornecimento de modo mais formal para apoiar nossa linha de veículos atual e nossas necessidades futuras", disse o vice-presidente da Ford, Chuck Gray.

A Ford planeja entrar no negócio de desenvolver seus próprios chips e produzí-los com um parceiro, disse Gray. Algumas grandes montadoras, como a Volkswagen, já manifestaram que planejam projetar seus próprios chips para aplicações de direção autônoma.

Ford e GlobalFoundries disseram que a pesquisa será direcionada ao desenvolvimento de novos chips e ao trabalho com fornecedores de semicondutores relacionados a isso. O vice-presidente sênior da GlobalFoundries, Mike Hogan, disse que os chips serão projetados e desenvolvidos sob a direção da Ford e produzidos nos Estados Unidos.

A Ford definiu três categorias de chips que pesquisará em conjunto com a GlobalFoundries: direção autônoma, rede de dados em automóveis e gerenciamento de bateria.

O presidente-executivo da Ford, Jim Farley, disse que o acordo com a GlobalFoundries faz parte do plano da Ford de integrar verticalmente tecnologias importantes para a companhia.

O mercado de chips para veículos autônomos é dominado por Nvidia, Intel e Qualcomm e alguns deles estão usando tecnologia avançada que a GlobalFoundries ainda não é capaz de produzir.

Outras categorias de processadores, como os voltados a rede de dados e gestão de bateria, são dominados pelas fornecedoras estabelecidas das montadoras NXP, Marvell Technologies e Analog Devices, muitas das quais produzem seus próprios chips ou trabalham em conjunto com rivais da GlobalFoundries.

Logo do bot da Reuters

Reuters

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.