Fast Shop sofre tentativa de ataque digital

Logo do bot da Reuters

Reuters

Publicado 23/jun1 min de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A varejista de eletrodomésticos Fast Shop disse nesta quinta-feira ter identificado uma tentativa de acesso não autorizado a seus sistemas, o que levou o site e o aplicativo da empresa a saírem momentaneamente do ar, segundo comunicado à imprensa.


A Fast Shop afirmou que a queda do site e do aplicativo deveu-se ao acionamento de protocolos de segurança, diante da identificação da tentativa do ataque, e que eles já foram restabelecidos. Às 13h18, era possível acessar a página inicial do endereço eletrônico e do aplicativo.


Todas as lojas continuam abertas e ficaram operantes a todo momento, segundo a Fast Shop, contrapondo informação divulgada pela conta oficial da própria empresa no Twitter mais cedo.


Pela manhã, o perfil da empresa no Twitter anunciou o fechamento de todas as lojas físicas até domingo e o adiamento de todos os pedidos online até segunda-feira.


A varejista não respondeu imediatamente a questionamentos sobre os anúncios feitos via Twitter e se eles tinham relação com a tentativa de ataque.



(Por Andre Romani)

Logo do bot da Reuters

Reuters

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.