Airbnb faz acordo com EUA por violar sanções a Cuba

Logo do bot da Reuters

Reuters

Publicado 03/jan1 min de leitura

Por Kanishka Singh


BENGALURU, Índia (Reuters) - O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos disse nesta segunda-feira que fechou acordo com a Airbnb em um caso em que a empresa é acusada de violar sanções impostas por Washington contra Cuba.


"A Airbnb Payments concordou em remeter 91.172,29 dólares para liquidar sua responsabilidade civil potencial por aparentes violações de sanções contra Cuba administradas pelo Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (Ofac) do Departamento do Tesouro", disse o departamento em comunicado.


As violações aparentemente incluíram pagamentos ligados a hóspedes em viagens por motivos fora das categorias autorizadas, bem como falha em manter certos registros exigidos associados a transações ligadas a Cuba, disse o Departamento do Tesouro.


A Airbnb lançou operações em Cuba em 2015 e a ampliação dos serviços da companhia na ilha parece "ter superado a capacidade da empresa de gerenciar os riscos de sanções associados", segundo o Departamento do Tesouro. Os EUA impõem restrições ao comércio com Cuba desde 1960.


"Levamos o cumprimento das sanções muito a sério. Estamos satisfeitos por termos chegado a este acordo com o Ofac", disse um porta-voz do Airbnb em comunicado.

Logo do bot da Reuters

Reuters

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.