Ações da Didi caem após notícia de suspensão do plano de listagem em Hong Kong

Logo do bot da Reuters

Reuters

Publicado 11/mar1 min de leitura

Por Abinaya V e Medha Singh


(Reuters) - A ação da Didi Global nos Estados Unidos caía 12% nesta sexta-feira, após reportagem de que a empresa de transporte por aplicativo suspendeu preparativos para sua listagem em Hong Kong devido ao fracasso em atender às condições da China para lidar com dados confidenciais de usuários.


A Administração do Ciberespaço da China (CAC) disse aos executivos da Didi que suas propostas para evitar vazamentos de segurança e dados não foram satisfatórias, informou a Bloomberg, citando pessoas familiarizadas com o assunto.


A empresa e seus executivos interromperam o trabalho para listagem em Hong Kong, originalmente prevista para meados deste ano, segundo a matéria.


A Didi, que no Brasil controla a 99, não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.


A Didi, que estreou na Bolsa de Nova York em junho de 2021 a 14 dólares cada ação, perdeu três quartos de seu valor depois de se tornar objeto de investigação de segurança cibernética ligada a dados dias após seu IPO.


Apenas cinco meses após a listagem, a Didi anunciou um plano de fechamento de capital dos EUA para se listar em Hong Kong, pressionada ao aperto regulatório de Pequim.


A empresa relatou uma queda na receita trimestral em dezembro, depois que seus aplicativos serem retirados das lojas de aplicativos móveis em meio a uma investigação sobre manuseio de dados de clientes.

Logo do bot da Reuters

Reuters

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.