Ultrapar: lucro líquido cresce 236% no 1º trimestre, para R$ 461 milhões

Estadão Conteúdo

Publicado 11/mai2 min de leitura
A Ultrapar registrou no primeiro trimestre de 2022 lucro líquido de R$ 461 milhões, um avanço de 236% em relação ao mesmo período do ano passado. Na comparação com o quarto trimestre, o aumento foi de 18%.

No relatório de resultados, a companhia informa que a alta do lucro em um ano é resultado do maior Ebitda e do efeito líquido da cessação de depreciação das operações descontinuadas, atenuado pelo aumento na despesa financeira líquida e maiores custos e despesas com depreciação e amortização.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado atingiu R$ 1,313 bilhão, alta 32% na comparação com o mesmo período de 2021 e avanço de 11% em relação ao quarto trimestre do ano passado.

A receita líquida entre janeiro e março deste ano ficou em R$ 34,036 bilhões, um aumento de 42% em um ano. Já em relação ao quarto trimestre de 2021 foi registrada queda de 1%. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira.

A companhia explica no relatório que está em processo de conclusão da revisão de seu portfólio de negócios. A Ultrapar diz que busca maior complementaridade e sinergias em suas operações nas verticais de energia e infraestrutura no Brasil, por meio da Ipiranga, Ultragaz e Ultracargo, nas quais possui forte escala operacional e vantagens competitivas estruturais, permitindo maior eficiência e potencial de geração de valor.

Neste contexto, a Ultrapar anunciou as assinaturas dos contratos de venda da Extrafarma e da Oxiteno. A Oxiteno teve sua venda concluída em 01 de abril de 2022 e a conclusão do fechamento da transação da Extrafarma é prevista para acontecer ao longo de 2022.

Estadão Conteúdo

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.