Clubes de assinatura inusitados: serviços provam que dá pra vender de tudo pela modalidade

Letícia Almeida

Publicado 29/set8 min de leitura

Resumo

Com ousadia e criatividade, negócios inovam e oferecem de comidas a produtos sensuais

O ano é 2021. O tradicional carro do ovo foi substituído por uma nova forma de comércio: ovos por assinatura. Você contrata o pacote pela internet, de acordo com a quantidade e frequência que prefere, e recebe periodicamente em casa, sem precisar correr para garantir o alimento antes que o carro se distancie. Parece futurista demais? Pois essa já é a realidade de centenas de consumidores de várias partes do Brasil que aderiram ao Site do Ovo, clube de assinatura dos mais variados tipos do produto.

Não é só no ramo de alimentos que os clubes de assinatura surpreendem: produtos fitness, musicais e até sexuais fazem parte do universo explorado por esse segmento. O setor movimenta cerca de R$1 bilhão por ano no Brasil, segundo pesquisa da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico). A estimativa é que 350 novos negócios tenham sido criados só neste ano, elevando em 15% o faturamento em comparação com o último trimestre de 2020, como aponta a Betalabs, empresa de tecnologia especializada em soluções para o setor.

"Vemos cada vez mais tipos de negócios diferentes adotando este formato, tanto nos segmentos que o público já está acostumado a consumir dessa forma quanto naqueles em que não havia uma oferta por assinatura. É uma tendência por parte do consumidor e uma oportunidade de criar um serviço diferenciado por parte do empreendedor", afirma Luan Gabellini, sócio fundador da Betalabs. De acordo com dados da empresa, só no primeiro trimestre deste ano, o número de novos assinantes nos clubes existentes cresceu 32% em relação ao mesmo período de 2020.

Em geral, os clubes de assinatura funcionam por meio de planos: o cliente escolhe o tipo de pacote que deseja, a constância com que quer receber os produtos – pode ser mensal, trimestral ou anual, por exemplo –, assina e pronto. A cobrança do valor e a entrega dos "mimos" acontecem na data prevista e de forma recorrente. 

Entre os que mais aderem ao serviço, jovens com idade entre 18 e 34 anos saem em disparada. Eles representam 55% dos assinantes, segundo a pesquisa da Betalabs.

E o que mais conquista os consumidores nesse tipo de oferta? Para a consultora de Marketing do Sebrae Minas, Fernanda Fontes, a exclusividade é determinante. "Quando eu participo de um clube, eu me sinto exclusiva de alguma forma. Eu tenho a prestação de um serviço que foi pensado para mim, e isso gera um valor agregado", destaca.

Foi movido por esse sentimento que Pedro Cabral, 27, decidiu assinar o Noize Record Club. "Os discos que saem em vinil pela Noize não são vendidos em outro lugar. Você não consegue comprar numa loja, só tem quem assina o clube", conta o niteroiense. O Noize é o primeiro clube de assinatura de vinil da América Latina. 

Além dos LPs, os kits enviados aos assinantes contam com a revista "Noize", publicação exclusiva do clube que traz fotos, entrevistas e reportagens inéditas sobre o disco do mês – uma experiência completa que transcende a audição.

Se assinar ovos ou discos de vinil já parece curioso o bastante, prepare-se: há uma lista grande de clubes criativos que movimentam o mercado e conquistam o público. Quer ver só?

1. Vai passando o carro clube do ovo

Tem algum jeito mais cômodo, prático e recorrente de comprar ovos do que no supermercado ou no carro do ovo? O casal de Salvador (BA) Leonardo Araújo e Perlla Pinheiro foi atrás da resposta e chegou até a criação do Site do Ovo, o primeiro clube de assinatura do produto do mundo, com entregas programadas e na porta de casa.

Foto: Instagram Site do ovo/Divulgação
Os ovos do clube são sempre frescos e selecionados para atender ao padrão de qualidade estabelecido (Foto: Instagram Site do ovo/Divulgação)

Pelo site, você pode optar pelos planos semanal, quinzenal ou mensal, escolher se quer receber 30 ou 60 ovos a cada entrega, e ainda selecionar entre ovos brancos, vermelhos, caipiras ou de codorna. As entregas são gratuitas, e já chegam a 16 cidades, do Norte ao Sul do Brasil. 

O projeto, que começou em Salvador, cresceu mais de 300% no último ano e tem mais de dois mil assinantes, sem contar com os franqueados, que empreendem junto com o Site do Ovo e ajudam a levar o negócio para mais lugares.

2. Coleção e memória em forma de vinil

"Pelas mãos dos nossos assinantes, já passaram reedições de álbuns históricos e dificílimos de achar em sebos", garante o Noize Record Club. O clube nasceu em 2014 e, de lá pra cá, relançou discos, foi responsável pela primeira versão em vinil do "9 Luas" (1996), dos Paralamas do Sucesso, e lançou álbuns inéditos de artistas brasileiros, como Letrux, Baiana System, Tulipa Ruiz, Curumin e Xênia França.

As assinaturas podem ser mensais ou bimestrais, além da opção de compra avulsa. Em todas as modalidades, o membro do clube recebe o kit com o disco e com a revista "Noize". "Cada disco que lançamos tem uma tiragem limitada e não está à venda em outro lugar. Por isso, nossos discos se tornam peças raras, e você leva para casa parte da história da música brasileira", informa o clube no site oficial.

Foto: Arquivo Pessoal
O acervo de Pedro Cabral já acumula mais de 15 discos de artistas consagrados e de novos nomes da música brasileira (Foto: Arquivo Pessoal)

Quem assina confessa que não pretende parar. "Eu assino há um ano e meio e já coloquei como custo fixo da minha vida. Adoro receber os discos e, às vezes, é de um artista que não conheço e acabo descobrindo uma coisa nova. Eu amo", comenta Pedro.

3. Sensualidade na caixa

Lingerie e brinquedos sexuais por assinatura? Aham. Sexo e sensualidade também podem vir em caixas, e é isso que os clubes SC. Box e Lingerie Box se propõem a oferecer. O primeiro é especializado em "caixas misteriosas" que contam com até sete produtos selecionados pela curadoria do projeto. O segundo entrega lingeries escolhidas de acordo com o gosto das clientes, das cores ao tamanho, garantindo uma surpresa a cada nova box.

Foto: Instagram Lingerie Box/Divulgação
Todo mês as assinantes da Lingerie Box recebem entre quatro e cinco itens distintos (Foto: Instagram Lingerie Box/Divulgação)

Para fazer parte do SC. Box, você pode escolher o plano de assinante mensal ou realizar uma compra única. As caixas são temáticas e podem conter cosmética erótica, brinquedos sexuais e lingeries. Já a Lingerie Box é focada nas roupas íntimas e, todo mês, envia para as assinantes peças diferentes e um "mimo" extra. Os planos podem ser de um, dois ou três meses, e as entregas funcionam para todo Brasil.

4. Pra ficar grandão

Quem conhece o universo fitness – ou ama os memes da internet –, certamente já riu do vídeo do ex-BBB Kléber Bambam entoando "birl" enquanto pratica os exercícios. A interjeição, usada para expressar o esforço físico, virou "zoeira" corriqueira para quem, assim como Bambam, não abre mão de malhar para ficar grandão.

E é claro que os clubes de assinatura não iam deixar esse público de fora. O Muscle Box é um dos que se dedicam ao segmento fitness e oferece suplementos, snacks e acessórios para o exercício todos os meses. Quem pretende assinar pode escolher entre os planos mensal, trimestral ou semestral. Além de receber os produtos em casa, os membros dos clubes têm desconto exclusivo na loja e podem aproveitar diversas promoções.

Foto: Muscle Box/Divulgação
A cada edição, a Muscle oferece produtos diferentes e exclusivos para incrementar a rotina fitness dos assinantes (Foto: Muscle Box/Divulgação)

5. Esqueça que você tem roupa para lavar

Reinventar é a palavra-chave de alguns clubes de assinatura. Esse é o caso da Oficina da Roupa, que adaptou o tradicional negócio de lavanderia para um modelo de assinatura mensal personalizada de acordo com o perfil de cada um. O serviço coleta as roupas sujas na casa dos clientes e entrega, também em domicílio, tudo lavado e passado para moradores de Belo Horizonte e da região metropolitana da capital.

Os planos vão de 30 a 120 itens mensais, e há ainda a opção de adaptar a quantidade de peças desejada. No pacote convencional, são aceitas roupas do dia a dia, roupas íntimas, pijamas, roupas de cama e itens como toalhas e pano de prato. Quem usa camisa social com frequência pode optar pelo plano "camisa social", que lava e passa entre 10, 20 e 30 camisas por mês.

Oficina da roupa - Planos mensais (Vídeo: YouTube/Divulgação)

7. Do cabelo ao bigode

O segmento de cuidados pessoais representa cerca de 11% dos serviços de assinatura no Brasil, e os clubes de beleza focados em produtos femininos já dominam o mercado. Mas e em clubes de beleza para homens, você já ouviu falar? Essa é a proposta do Clube da Men's, o maior clube de produtos masculinos do país. 

Os assinantes recebem todo mês uma caixa cheia de itens de cuidado pessoal, como perfumes, hidratantes corporais, máscaras faciais e pomadas modeladoras.

Foto: Clube da Mens/Divulgação
A edição de maio da Clube da Mens foi dedicada aos cuidados da barba e do cabelo (Foto: Clube da Mens/Divulgação)

Para se tornar um sócio, é só contratar o plano "Select", assinatura mensal que garante a caixa surpresa e uma série de descontos em produtos da loja. Quem quer aproveitar os descontos, porém ter mais flexibilidade para adquirir a caixa, pode optar pelo plano "Prime", que permite comprar a box por um valor à parte quando quiser. Tudo para mostrar que o cuidado masculino pode ser completo e de alta performance, como destacam no site oficial.

8. Gostinho de boteco

O mercado de comidas é outro que já conquistou espaço no ramo dos clubes de assinatura: 17% dos negócios existentes fazem parte dessa categoria. Mesmo dentro de um segmento já explorado, há quem consiga inovar e surpreender. É o que fez o Clube da Estufa, uma assinatura de marmitas recheadas daqueles petiscos clássicos das estufas de botecos.

Moelinha, torresmo, língua ao vinho, almôndegas, croquetes de costela e baião de dois são alguns dos aperitivos disponíveis. Para recebê-los em casa, é só escolher entre os planos "amigos do rei" – com duas marmitas por mês –, "barão da estufa" – com cinco marmitas – ou "marquês da estufa" – com dez marmitas mensalmente. Depois de selecionar o plano e os pratos, é só colocar a bebida para gelar e se preparar para montar o seu bar em casa.

Foto: Clube de Estufa/Divulgação
As marmitas vêm congeladas e, para comer, basta finalizar no forno ou no microondas (Foto: Clube de Estufa/Divulgação)

O serviço está disponível apenas em Belo Horizonte, e o prazo mínimo de assinatura é de dois meses.

Letícia Almeida

Repórter


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.