Setor público tem superávit primário de R$ 15,034 bilhões em novembro, afirma BC

Estadão Conteúdo

Publicado 30/dez3 min de leitura
O setor público consolidado (Governo Central, Estados, municípios e estatais, com exceção de Petrobras e Eletrobras) apresentou superávit primário de R$ 15,034 bilhões em novembro, informou na manhã desta quinta-feira, 30, o Banco Central (BC). Foi o melhor resultado para o mês desde 2013 (R$ 29,745 bilhões). Em outubro deste ano, havia sido registrado superávit de R$ 35,399 bilhões e, em novembro de 2020, as contas ficaram negativas em R$ 18,140 bilhões.

O resultado primário reflete a diferença entre receitas e despesas do setor público, antes do pagamento dos juros da dívida pública. O superávit primário consolidado do mês passado superou o intervalo das estimativas de analistas do mercado financeiro ouvidos pelo Projeções Broadcast, que iam de déficit de R$ 28,700 bilhões a superávit de R$ 9,500 bilhões. A mediana era positiva em R$ 6,100 bilhões.

O resultado fiscal de novembro foi composto por um superávit de R$ 3,529 bilhões do Governo Central (Tesouro Nacional, Banco Central e INSS). Já os governos regionais (Estados e municípios) influenciaram o resultado positivamente com R$ 11,743 bilhões no mês. Enquanto os Estados registraram um superávit de R$ 6,549 bilhões, os municípios tiveram resultado positivo de R$ 5,195 bilhão. As empresas estatais registraram déficit primário de R$ 238 milhões.

Acumulado

As contas do setor público acumularam um superávit primário de R$ 64,604 bilhões no ano até novembro, o equivalente a 0,82% do Produto Interno Bruto (PIB), informou o Banco Central. O superávit fiscal no ano até novembro ocorreu apesar do déficit de R$ 49,810 bilhões do Governo Central (0,63% do PIB). Os governos regionais (Estados e municípios) compensaram o resultado ao apresentar um superávit de R$ 110,492 bilhões (1,40% do PIB) no período. Enquanto os Estados registraram um superávit de R$ 87,287 bilhões, os municípios tiveram um saldo positivo de R$ 23,205. As empresas estatais registraram um resultado positivo de R$ 3,922 bilhões no período.

Acumulado em 12 meses

As contas do setor público passaram a mostrar um superávit primário acumulado em 12 meses até novembro. O BC informou um resultado positivo de R$ 12,767 bilhões no período de 12 meses finalizado no mês passado, o equivalente a 0,15% do PIB. Até outubro, o resultado consolidado era de rombo primário de R$ 20,407 bilhões.

O superávit fiscal nos 12 meses encerrados em novembro é composto por um rombo de R$ 94,472 bilhões do Governo Central (1,10% do PIB). Já os governos regionais (Estados e municípios) apresentaram um superávit de R$ 104,616 bilhões (1,22% do PIB) em 12 meses até novembro. Enquanto os Estados registraram um superávit de R$ 83,581 bilhões, os municípios tiveram um saldo positivo de R$ 21,035 bilhões. As empresas estatais registraram um resultado positivo de R$ 2,622 bilhões no período.

Estadão Conteúdo

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.