Preços do petróleo sobem com possibilidade de proibição do produto russo pela UE

Logo do bot da Reuters

Reuters

Publicado 14/abr1 min de leitura

Por Arathy Somasekhar e Noah Browning e Mohi Narayan


HOUSTON - Os preços do petróleo fecharam em alta nesta quinta-feira, após uma queda anteriormente, com os investidores cobrindo posições vendidas antes do fim de semana prolongado, além de notícias de que a União Europeia pode proibir gradualmente as importações de petróleo russo.


Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em alta de 2,92 dólares, ou 2,68%, a 111,70 dólares o barril. Os futuros do petróleo dos EUA fecharam com avanço de 2,70 dólares, ou 2,59%, a 106,95 dólares o barril.


Ambos os contratos registraram seu primeiro ganho semanal em abril. Por várias semanas, os preços foram os mais voláteis desde junho de 2020.


O The New York Times informou que a União Europeia estava se movimentando para adotar uma proibição gradual do petróleo russo, para dar à Alemanha e outros países tempo para encontrar fornecedores alternativos.


Uma proibição gradual forçaria os compradores europeus "a buscar fontes alternativas, visto que algumas demandas estão sendo atendidas no curto prazo por liberações de Reservas Estratégicas de Petróleo, mas no futuro serão necessários mais suprimentos vindos do solo", disse Andrew Lipow, da Lipow Oil Associates, em Houston.

Logo do bot da Reuters

Reuters

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.