Petrobras não está na lista de privatizações para o primeiro mandato, diz Guedes

Logo do bot da Reuters

Reuters

Publicado 07/dez1 min de leitura

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta terça-feira que a Petrobras não está na lista de privatizações do governo no atual mandato.


Em apresentação em inglês durante evento promovido pela Eurasia, o ministro disse que é a favor da venda da estatal, mas não recebeu autorização do presidente Jair Bolsonaro.


"Todos sabem que sou a favor de privatizar todas essas companhias, mas o presidente disse que posso vender Correios, Eletrobras, subsidiárias, mas a Petrobras não está na lista de privatizações, ao menos neste primeiro mandato", disse.


O ministro voltou a defender que parte dos recursos arrecadados com a venda de ativos pelo governo seja transferida para programas sociais. Essa ideia foi gestada por sua equipe, mas ainda não foi oficialmente apresentada ao Congresso.


Para ele, em vez de usar 100% da verba arrecadada em privatizações para abater a dívida pública, uma fatia de 20% desses recursos poderia ser repassado aos mais pobres.


Na avaliação do ministro, a sociedade hoje entende que as empresas privadas têm maior valor do que as estatais.


"A opinião pública concorda que o ciclo das estatais acabou", disse.



(Por Bernardo Caram)

Logo do bot da Reuters

Reuters

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.