Petrobras: avanço de 19,1% da venda de gasolina em 2021 é destaque de relatório

Estadão Conteúdo

Publicado 09/fev2 min de leitura
A Petrobras informou, nesta quarta-feira, 9, em seu relatório, que as vendas de derivados de petróleo continuam a crescer, apesar da pandemia e da crise econômica. O comércio de combustíveis avançou com a recuperação da participação no mercado interno - alta de 19,1% da gasolina e de 1,4% do diesel, no ano, comparados a 2020. Já a produção de derivados nas refinarias ficou em 1,8 milhão de bpd/d, acréscimo de 1,8% em 2021, em relação ao ano anterior.

No quarto trimestre, a produção de derivados foi de 1,9 milhão de bpd, alta de 0,6% ante igual período anterior. Já as vendas ficaram em 1,84 milhão de bpd, avanço de 8,5% em comparação ao quarto trimestre de 2020. O destaque foram as vendas de gasolina, de 463 mil bpd, alta de 20,1% ante o trimestre anterior e de 19,1% frente a 2020.

"O crescimento segue a sazonalidade típica do último trimestre. Houve ainda ganho de participação da gasolina sobre o etanol no consumo dos veículos flex, devido, principalmente, à relação de preços nas bombas que favoreceu a opção do consumidor pela gasolina em todos os Estados", informou a empresa em seu relatório.

Já as vendas de óleo diesel, de 790 mil bpd, subiram 4,7% enquanto a produção, de 731 mil bpd, caiu 2,6%, ambos na comparação do quarto trimestre em relação a igual período de 2020. Boa parte da demanda interna do derivado foi coberta com importação, que cresceu 555,6% na comparação de 2021 com 2020 e 186,5% no quarto trimestre do ano passado em relação a igual período do ano anterior.

Estadão Conteúdo

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.