Mourão: governo deve buscar soluções infralegais para amenizar choque do petróleo

Estadão Conteúdo

Publicado 07/mar1 min de leitura
O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB, mas de mudança para o Republicanos), afirmou nesta segunda-feira que o governo federal deve buscar soluções para amenizar o impacto do salto do petróleo no exterior sobre os preços dos combustíveis no Brasil. "O que o governo puder fazer por medidas infralegais, tem que buscar essa solução", disse o general na chegada ao Palácio do Planalto.

A afirmação foi feita pouco depois de o presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), afirmar em entrevista que haverá uma reunião nesta segunda-feira com a Petrobras e os ministérios da Economia e Minas e Energia sobre a questão do petróleo.

Mourão, no entanto, disse estar por fora das tratativas relacionadas a possíveis medidas para evitar o impacto do petróleo e evitou usar a palavra "subsídio". "Estou acompanhando à distância, assunto não é discutido comigo. ... Não vou chamar de subsídio, vou falar de alguma forma que governo tenha para amortecer", declarou o vice-presidente, distante de Bolsonaro e pré-candidato ao Senado pelo Rio Grande do Sul.

"Havia PEcs no Congresso Já havia nos últimos dias a ideia de usar os royalties e os dividendos que a Petrobras paga à união para amortecer preço dos combustíveis, pelo menos nesse momento dessa alta desvairada", lembrou Mourão. "O governo tem que buscar solução, outros governos mundo afora estão buscando solução, uma vez que é situação sazonal", acrescentou.

Estadão Conteúdo

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.