Indonésia confirma que óleo de palma bruto está fora de proibição de exportação

Logo do bot da Reuters

Reuters

Publicado 25/abr1 min de leitura

JACARTA (Reuters) - O Ministério da Agricultura da Indonésia disse aos líderes do governo local nesta segunda-feira que o plano de proibir as exportações de óleo de cozinha e sua matéria-prima não afetará os embarques de óleo de palma bruto, de acordo com uma cópia de uma carta oficial.


A carta, que foi verificada por um funcionário do ministério, também disse que a proibição abrangerá a oleína de palma refinada, branqueada e desodorizada (RBD).


O presidente da Indonésia, Joko Widodo, anunciou a proibição na sexta-feira. A medida entrará em vigor em 28 de abril.


Fontes disseram mais cedo à Reuters que a proibição a exportações anunciada no final da semana passada cobriria remessas RBD, mas não óleo de palma bruto.


(Por Bernadette Christina Munthe)

Logo do bot da Reuters

Reuters

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.