Guedes: Taxa de desemprego já está abaixo de quando a pandemia começou no Brasil

Estadão Conteúdo

Publicado 11/abr1 min de leitura
O ministro Paulo Guedes disse nesta segunda-feira, 11, a empresários da Associação Comercial e Empresarial (Acim) de Maringá que todos os empregos destruídos pela pandemia foram recuperados".

"A taxa de desemprego, que estava em 12% quando começou a pandemia, foi a 14% e já está em 11%, abaixo de quando a pandemia chegou", disse, listando uma série de dados econômicos que, segundo ele, seguiram o mesmo caminho

Guedes citou a evolução dos gastos do governo e do déficit fiscal. "Recuperamos as finanças em todas as dimensões; estatais estão dando lucro", disse, completando: "Houve recuperação fiscal extraordinária nos três níveis da federação". O ministro destacou ainda R$ 300 bilhões em investimentos contratados e ressaltou que o governo está "andando" com a privatização da Eletrobras e Correios.

SERVIDORES. Ele ainda criticou o movimento dos servidores públicos por aumento salarial. Guedes ressaltou que o país teve que lidar com "uma guerra", se referindo à pandemia de covid-19, e que não há espaço para pedidos de reajuste. "Numa guerra as pessoas perdem, todo mundo perde, o mundo todo perdeu. Não dá para querer chegar do outro lado mais rico", disse.

O ministro fala aos empresários de Maringá em um agrado ao líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, e fez questão de deixar isso claro. "Deputado Ricardo Barros tem nos ajudado muito, e é com grande prazer que estou fazendo essa participação na cidade de Maringá, que foi sua base eleitoral", disse.

Estadão Conteúdo

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.