BofA eleva projeções de inflação a 8,0% em 2022 e 4,5% em 2023 após IPCA de março superar expectativas

Logo do bot da Reuters

Reuters

Publicado 08/abr2 min de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O Bank of America aumentou de forma expressiva suas estimativas para a alta do IPCA neste ano e no próximo, a 8,0% e 4,5%, respectivamente, dizendo que isso se justifica por surpresas recentes para cima nas leituras do índice e pressões contínuas de inflação.


A revisão do banco norte-americano veio após a notícia de que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 1,62% no mês passado, maior taxa para março desde o início do Plano Real. Em 12 meses, o índice teve alta de 11,30%. As leituras vieram muito acima da expectativa de analistas consultados pela Reuters, de alta de 1,30% em março e de 10,98% em 12 meses.


Há apenas um mês, o BofA esperava que o IPCA subiria 6,5% em 2022 e 4,0% em 2023, estimativas que já superavam as metas oficiais para os períodos. Os objetivos de inflação perseguidos pelo Banco Central são de ​3,50% para este ano e de 3,25% para o próximo, com margem de tolerância de 1,50 ponto percentual para mais ou menos.


Em relatório desta sexta-feira, o BofA disse esperar que a inflação atinja o pico deste ano em abril, com alta de 11,5% em 12 meses. Em cenário anterior, o banco também esperava que a taxa chegaria a seu ápice neste mês, mas a 11,7%.


"O governo anunciou que a bandeira tarifária de energia será substituída pela 'verde', o que deve trazer algum alívio no curto prazo", avaliou David Beker, chefe de economia no Brasil e de estratégia para América Latina do BofA.


Ainda assim, o cenário geral de inflação pressionada "corrobora nossa visão de que o Banco Central do Brasil não será capaz de interromper o ciclo de aperto monetário em maio", conforme indicado recentemente pela autarquia, que planeja ajustar a Selic em 1 ponto percentual no mês que vem. A taxa está atualmente em 11,75%.


O BofA manteve cenário anterior de que os juros básicos chegarão a 13,25% em junho deste ano, mas disse que os riscos estão inclinados para cima.



(Por Luana Maria Benedito)

Logo do bot da Reuters

Reuters

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.