Apex-Brasil vê campanha de distorção sobre agronegócio brasileiro por competição

Estadão Conteúdo

Publicado 14/out2 min de leitura
O presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Augusto Pestana, afirmou que há um "quadro de campanhas de distorção sobre o agronegócio brasileiro" por conta da competição externa. Em fala no Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex) 2021, ele disse que a América do Norte faz parte dessa campanha.

"A percepção do Brasil como ameaça faz com que essas campanhas ganhem corpo, e é chave que estejamos presentes e procuremos levar a verdade sobre o que é o agronegócio brasileiro e a indústria, que funciona com energia renovável, sustentável e limpa. O Brasil faz parte das soluções de questões do movimento sustentável e da mudança do clima", disse Pestana.

Expo Dubai

O presidente da Apex-Brasil afirmou ainda que o Brasil terá um "resultado de US$ 500 milhões em exportações, com foco sobretudo na região do Oriente Médio, e atração de US$ 10 bilhões em investimentos estrangeiros" por conta da Expo Dubai 2020, exposição mundial realizada nos Emirados Árabes Unidos, no período de seis meses.

"Ao mesmo tempo que corrigimos as distorções a respeito da imagem brasileira, geramos negócios bastante expressivos em termos de empregos. Estimamos em torno de 120 mil empregos graças à exposição", afirmou Pestana.

Para ele, essas exposições servem como vitrine para o Brasil e outros países. "Dubai oferece um alinhamento que talvez seja único na história das exposições universais, nós temos uma dimensão única de resultados concretos", afirma. "Dubai hoje é um grande hub aeroportuário, um centro de feiras comerciais expressivas, fora os investimentos, então todas essas oportunidades serão devidamente aproveitadas", completa.

Estadão Conteúdo

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.