Agricultores do Canadá devem plantar mais trigo e menos canola este ano

Logo do bot da Reuters

Reuters

Publicado 26/abr1 min de leitura

Por Christopher Walljasper


CHICAGO (Reuters) - Agricultores canadenses pretendem plantar menos acres de canola neste ano, uma medida que pode restringir ainda mais a oferta global de óleos vegetais em um momento de disponibilidade já reduzida, mostrou um relatório do governo nesta terça-feira.


O relatório indicou uma mudança para o aumento das plantações de trigo, milho, lentilha e soja.


As perspectivas de plantio de exportadores agrícolas como o Canadá estão sendo observadas de perto este ano, à medida que o aperto na oferta de grãos e oleaginosas empurra a inflação global de alimentos para máximas.


As plantações de canola devem atingir 20,897 milhões de acres, uma queda de 7,04% em relação a 2021, informou a Statistics Canada. A estimativa ficou abaixo da expectativa média de comércio de 22,11 milhões de acres, de acordo com uma pesquisa da Reuters com analistas.


"Canola iria encontrar dificuldades para ganhar acres apenas por falta de sementes e produtos químicos, não por falta de retorno", disse Lorne Boundy, analista de mercado da Paterson Grain.


"Ir para o trigo é um pouco surpreendente, mas há um pouco de otimismo em torno das questões mundiais sobre o trigo”.


Todas as plantações de trigo podem chegar a 25,031 milhões de acres, um aumento de 7,17% em relação ao ano passado, disse a agência, superando as expectativas dos analistas de 24,15 milhões de acres.

Logo do bot da Reuters

Reuters

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.