Ações europeias recuam de máximas recordes após 8 dias de ganhos

Logo do bot da Reuters

Reuters

Publicado 09/nov2 min de leitura

Por Anisha Sircar e Ambar Warrick


(Reuters) - O mercado acionário europeu recuou de máximas recordes nesta terça-feira, embora fortes balanços corporativos e expectativas de recuperação tenham limitado as perdas enquanto investidores aguardam novas pistas de dados econômicos nesta semana.


O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,19%, a 1.867 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,19%, a 483 pontos, ficando pouco abaixo de seu pico recorde atingido semana passada.


As seguradoras ficaram entre os maiores pesos sobre os mercados europeus, com queda de 0,8%. O grupo alemão Munich Re caiu 2,5% depois de alertar para mais perdas relacionadas à Covid.


As ações de bancos acompanharam as quedas nos rendimentos dos títulos, enquanto as ações de recursos básicos caíram 1,1%.


O STOXX 600 teve oito sessões seguidas de ganhos, com os índices francês CAC 40 e alemão DAX marcando novos recordes na primeira semana deste mês diante de fortes balanços corporativos e da postura "dovish" (inclinado a afrouxamento monetário) do Banco Central Europeu.


Os investidores aguardam agora dados de inflação da Alemanha, além de números de produção industrial do bloco, ainda nesta semana.


Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,36%, a 7.274 pontos.


Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,04%, a 16.040 pontos.


Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,06%, a 7.043 pontos.


Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,97%, a 27.441 pontos.


Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,05%, a 9.074 pontos.


Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,33%, a 5.682 pontos.

Logo do bot da Reuters

Reuters

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.