Ações de defesa pressionam índice de Xangai após reunião entre Biden e Xi

Logo do bot da Reuters

Reuters

Publicado 16/nov2 min de leitura

XANGAI (Reuters) - As ações de Xangai fecharam em baixa nesta terça-feira, com os papéis de defesa liderando as perdas, uma vez que os mercados reverteram os ganhos de mais cedo devido a sinais positivos nas negociações entre o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o líder chinês, Xi Jinping.


O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, teve variação positiva de 0,02%, enquanto o índice de Xangai caiu 0,33%.


Biden e Xi enfatizaram sua responsabilidade com o mundo para evitar conflitos, com os chefes das duas maiores economias do mundo reunindo-se por horas na segunda-feira.


Os investidores esperavam que o encontro ajudasse a estabilizar os laços entre China e EUA ao abrir negociações sobre áreas de conflito.


O subíndice de defesa caiu 3,9% em meio ao alívio das tensões entre os dois países na reunião.


O setor de consumo básico ganhou 1,6%, com os fabricantes de bebidas alcoólicas avançando quase 4%. As ações de saúde subiram 2,7%.


. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,11%, a 29.808 pontos.


. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,27%, a 25.713 pontos.


. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,33%, a 3.521 pontos.


. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,02%, a 4.883 pontos.


. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,08%, a 2.997 pontos.


. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,33%, a 17.693 pontos.


. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,05%, a 3.238 pontos.


. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,67%, a 7.420 pontos.

Logo do bot da Reuters

Reuters

Agências


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.