Arroz e feijão ficam mais baratos no Rio de Janeiro

Redação Inset

Publicado 07/out2 min de leitura

Resumo

Redução deve chegar a 7% e normativa iguala tributação dos gêneros à praticada no Estado de São Paulo

O consumidor do Rio de Janeiro vai sentir um certo alívio no orçamento ao comprar arroz e feijão nos supermercados em todo o Estado. Foi regulamentada nesta quarta-feira (6), através do Decreto Estadual 47.787/2021, a lei 9391/2021 que isenta estes dois produtos de ICMS no Estado do Rio.

A lei, sancionada há pouco mais de um mês, teve participação da Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj), que esteve em reuniões junto ao governo para apoiar e justificar os benefícios desta isenção.

Com a regulamentação publicada no Diário Oficial, a redução no preço dos dois alimentos, que são a base do "PF carioca", será de até 7% nos supermercados, que corresponde à isenção do imposto.

"Fizemos questão de batalhar pela regulamentação desta lei, porque sabemos da importância para o consumidor. Para os supermercados, qualquer desconto na taxação dos produtos reflete diretamente nas prateleiras. Nossa próxima meta é tentar a isenção em outros produtos da cesta básica. Já estamos negociando diretamente com a secretaria de Fazenda", disse o presidente da Asserj Fábio Queiróz.

Com a regulamentação da lei, a carga tributária que incide sobre o feijão e o arroz fica equiparada à do Estado de São Paulo.

Redação Inset

Reportagem


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.