O poder da mente: como evitar os famosos dias de fúria no Day Trade

Rodrigo Cohen

Publicado 19/mai4 min de leitura

Resumo

Eles podem acontecer com qualquer um. No entanto, existem algumas dicas valiosas que podem fazer com que você evite essa perda de controle e, consequentemente, de dinheiro. Eu te mostro algumas delas

“Ih, bugou!”. Alguma vez na sua vida você já perdeu o senso e se irritou muito? Se irritou tanto que começou a crescer essa irritação e desconforto de maneira incontrolável a ponto de cometer uma série de ações intempestivas? Pois bem. Isso pode acontecer na sua vida pessoal e, claro, na sua atividade profissional como trader.

E como você já conhece todo o poder da mente no Day Trade e como eu valorizo os aprendizados nesse campo, nada mais justo do que te ensinar maneiras de se evitar esses chamados “dias de fúria” que podem custar parte da sua caminhada e do seu dinheiro.

O que é esse “tilt mental” e o que te leva a ele?

Direto ao ponto, como gostamos de falar: tilt no trade é quando se perde a noção do que se está fazendo. Em situações assim, quem opera começa literalmente a apertar os botões de compra ou venda sem ter a mínima ideia do que vai acontecer. A intenção? Tentar, desesperadamente, recuperar o dinheiro que se perdeu em alguma ou algumas operações naquele dia.

Agora, imagina só. Você tem um limite de perda no dia, e ele aconteceu. Uma pena. Mas na ânsia de recuperar logo, você negocia outro ativo. Mais um movimento com prejuízo. A partir daí, as perdas já se acumulam. Virou uma bola de neve, o seu controle já foi para o espaço e você acha que comprar e vender alucinadamente te fará recuperar o que foi embora. Engano seu. Perdeu mais.

Não tem segredo. Se operando com as técnicas aprendidas e de forma segura e confiante você não conseguiu ganhar naquele dia, imagina no desespero e na base da esperança? Quase impossível.

Mas por que esse “tilt” acontece? Simples. Ele aparece quando o trader ultrapassa o seu limite psicológico de perda. Se você trabalha com um limite de perda diário e acontece do mercado reagir negativamente e ele ser ultrapassado, chega um ponto que fica realmente difícil acreditar no que está acontecendo. O cérebro não codifica mais aquele cenário de queda como normal e acaba querendo te sabotar.

Quer evitar o tilt? Eu te mostro como

Coloque um limite de perda. É a lição básica. E para início de conversa: para quem está começando sinceramente recomendo colocar esse limite de perda diário com valores menores. Falando em números, algo que gire, talvez, em torno de R$ 500 para baixo. O abalo psicológico de um dia ruim será menor e o controle tende a ficar mais em suas mãos. Evite o tilt! E pode acreditar que se eu estou falando isso, já aconteceu comigo.

Segundo ponto. Nas próprias plataformas de trading é oferecida uma funcionalidade capaz de configurar os limites do dia. Logo, se use-a a seu favor. Programe o stop loss definido no seu planejamento de ação. Isso ajuda muito, afinal, quando o limite é atingido o próprio programa para as operações. Mesmo que você queira, ela te “segura”, diminuindo o seu ímpeto emocional.

Outra dica muito importante: esteja antecipadamente preparado para as adversidades. Se nós sabemos que a vida é feita delas, com o mercado não seria diferente. E se você se prepara para o surgimento de cenários contrários e os espera, é possível perceber com mais clareza quando o seu limite psicológico (aquele famoso limite do tilt) está bem próximo. Sabendo que ele está próximo, dá para evitar o colapso. Autoconhecimento, isso mesmo. Ele é uma virtude também para o trading. Afinal, ninguém está disposto a desarmar uma bomba por dia. E nem precisa.

“Como eu caso o meu limite?”. “O que eu posso ou devo fazer depois?”. Essas são perguntas que devem ser previamente respondidas como um mantra pelo trader no espelho. Isso mesmo. Você com você mesmo. Com isso, é possível lembrar dos combinados e parar quando se deve parar. Amanhã é um outro dia, acredite nisso por mais clichê que possa parecer.

Memorize esta frase e vença no Day Trade

Não aja com raiva. Preparado mentalmente, você não agirá assim. Por fim, aí vai uma “dica bônus”. Escreva a seguinte frase e cole no seu monitor: “Estou convencido de que 10% é o que realmente acontece. Os outros 90% é como eu reajo àquilo que acontece”. Ela é pra o trading, mas vale para a vida. Lembre dela e na mesma hora será capaz de internalizar que o revés em si sofrido naquele dia é a menor parte do dano. O grande estrago virá a partir de como você encara essa maré adversa.

Não crie dogmas a respeito do Day Trade por conta de um tilt mental. Esse universo pode ser de muito sucesso caso tenha esse domínio de mindset. Técnica, treino e reação positiva. Execute o plano e, se caiu, levante-se! Dúvidas? Entre em contato comigo através dos canais da Inter Invest. Até a semana que vem!

Rodrigo Cohen

Trader


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.