Começou agora? Saiba os principais erros cometidos pelo trader iniciante

Rodrigo Cohen

Publicado 12/mai4 min de leitura

Resumo

7 erros comuns, 7 oportunidades de aprender com eles e não se descuidar. No Day Trade, o importante é ter constância e ser realmente bom no que depende de você. Assim, seja qual for a reação do mercado, estará preparado

Em qualquer projeto ou atividade que decidimos abraçar, a vontade é quase sempre a mesma: queremos começar prontos. Desse jeito, a todo o vapor, fazendo tudo, com alta performance e resultado desde o primeiro minuto. No entanto, sabemos, por mais duro que seja, que na vida real não é assim que funciona. O erro faz parte do processo de aprendizagem e, se bem calculado e rapidamente corrigido, é ele quem vai nos levar ao sucesso. Erro gera desenvolvimento, amadurecimento. Dito isso, o assunto hoje é justamente esse: os principais erros do trader iniciante.

Ora, se a minha trajetória desses anos todos me permite identificar com clareza os erros comuns de quem está começando no universo do Day Trade, inclusive por eu os cometi lá atrás, nada melhor do que mostrá-los para você. Isso quer dizer que você não vai errar nunca mais? Não. Mas já dá para evitar ou ficar atento a uma série deles, acelerando essa curva em direção ao sucesso. Como 7 é um número importante e que dá sorte aqui no Inter, aí vão 7 exemplos do que não fazer na hora de colocar a mão na massa.

Os sete erros capitais de quem começa no Day Trade

1. Não operar sempre a favor da tendência

A tendência é a sua melhor amiga. Com o mercado subindo, querer adivinhar, no gráfico, o topo para fazer uma venda ou com o mercado caindo, tentar adivinhar o fundo para pegar a melhor reversão do fundo quase sempre dá errado, sobretudo para os iniciantes. Percebeu uma tendência de alta, espere um pouco para comprar. Ao contrário, a mesma coisa. Opere sempre a favor dela. Isso te manterá vivo no mercado por muito tempo.

2. Não escolher um ativo para se tornar especialista

Muitas pessoas querem operar índice, começam a tomar um stop ali e vão para o dólar. Começa a tomar stop no dólar, transfere as operações para as ações. Começa a dar errado em ações, vai pra opções, e assim vai em um ciclo perigoso e nada lucrativo. Isso porque elas percebem, de repente, que o índice teria ido bem se tivessem continuado nele. A instabilidade era rápida. Isso vale para qualquer um desses ativos.

Por isso, se tornar um especialista em um ativo é tão importante. Só assim é possível identificar o comportamento de um ativo de acordo com os horários, por exemplo. Sabendo do comportamento, o trader consegue usar a técnica correta para analisar aquele ativo e agir com mais precisão.

3. Não começar com pouco dinheiro

É aquela velha história de ir com muita sede ao pote. Cuidado. Esse é um erro que parece lógico e simples de contornar, mas as pessoas ainda se precipitam muito. Quanta gente já me falou de altas quantias que perdeu na bolsa, quando isso poderia ser claramente evitado. Coloque uma coisa na sua cabeça: se você não tem experiência para operar e colocou muito dinheiro em algumas operações, isso é uma irresponsabilidade sua.

Vai operar minicontratos? Coloque R$ 500. Acha que com esse valor seu retorno não será alto? É verdade. Mas se você começa alto, pode perder muito rápido. E lembra aquela história da constância, confiança e conhecimento no que está fazendo? É isso. Cada quebra gera um conhecimento adquirido. Portanto, erre pequeno para aprender e evitar ao máximo os erros maiores.

4. Não utilizar metas para o seu dia

“Qual a minha meta do dia?” Essa é uma pergunta chave para se fazer quando se está começando. “Minha meta é ganhar R$100 no dia, ou então, “meu limite de perda diário é de R$ 50”. Quando esses pontos forem atingidos, você para. Estabeleça regras, por mais tentador que o mercado possa parecer.

Muita gente bate a meta e, pouco tempo depois, devolve tudo. Pela ânsia de recuperar o que perdeu ou pela vontade além da razão de multiplicar o que já ganhou em uma onda favorável. Mas não se engane. Para ser vitorioso no longo prazo, fixe a ideia: bateu a meta, pare. Pelo menos nesse início.

5. Não respeitar o stop-loss estabelecido

Um erro clássico. Definir um stop-loss e um stop-gain. Quando o preço chega perto de um ou de outro, você dá aquela famosa “adaptada”, pensando que dá para espremer um pouco mais do mercado dentro de uma tendência que você pensa estar enxergando. Em uma dessas aventuras, você pode perder muito mais pontos do que o pré-estabelecido, e aí sua programação diária, da semana, do mês é comprometida.

O primeiro stop é sempre o melhor de todos. Respeite-o, aceite-o.

6. Entrar em uma operação sem que ela esteja clara para você

Só aperte o botão para entrar em uma operação se a entrada for clara. Pare, respire e leia a primeira frase mais três vezes. As pessoas que estão começando no Day Trade têm verdadeira cisma por querer fazer muitas operações. Se estão no mercado, tem a necessidade de apertar botão a todo momento. Existe um termo muito usado no trading e em outros campos que é o FOMO. Significa Fear Of Missing Out. Em uma tradução livre, ele é o medo de ficar de fora de alguma boa operação.

Mas esse medo é uma faca de dois gumes. Pode te induzir ao erro. Portanto, só entre em uma operação quando estiver muito claro que um movimento de compra e venda deve ser feito.

7. Não ser muito bom no que depende de você

Ser mais ou menos não dá. Para vencer no Day Trade é preciso ser “fera”, excelente nos processos que dependem de você. Existem coisas no mercado que estão ao seu alcance e outras que não estão. Entrar ou sair de uma operação na hora certa depende de quem opera. Respeitar os limites e ter um bom plano de trade também. A reação do mercado, por outro lado, não depende. Mas se você cobriu bem tudo o que depende de você, mesmo as reações adversas que não dependem serão bem menos sentidas.

Sua tarefa já é trabalhosa o suficiente evoluindo em tudo o que depende de você. Se tentar cercar tudo ou fazer só o feijão com arroz a tendência é mesmo perder dinheiro e desanimar.

Anotou os erros? Vai ficar atento? Se tiver qualquer tipo de dúvida, entre em contato comigo pelos nossos canais na Inter Invest. Seguimos juntos e até semana que vem!

Rodrigo Cohen

Trader


Compartilhe essa notícia


Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.