Busca por profissionais acima dos 50 anos cresce 166% com reconhecimento de diferenciais

Redação Inset

Publicado 02/mar6 min de leitura

Resumo

Alta nas vagas foi registra entre janeiro e setembro de 2021 pelo portal Empregos.com.br; trabalhadores mais velhos pedem mais oportunidades e afirmam que grupo pode oferecer maturidade, responsabilidade e muita dedicação

O Brasil tem, atualmente, quase 55 milhões de pessoas com 50 anos ou mais, o que corresponde a 25% da população. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), metade da força de trabalho do país terá mais de 50 anos até 2040. Mesmo assim, muitos profissionais dessa faixa etária relatam enfrentar dificuldades e até mesmo preconceito as buscarem oportunidades de emprego. É o etarismo que, muitas vezes, dá a cara logo no momento de seleção dos candidatos.

Carregando...

Na tentativa de mudar esta realidade e proporcionar novas oportunidades para esta população, muitas companhias têm oferecido cursos de capacitação e até mesmo vagas de emprego com inscrição exclusiva para profissionais +50 anos. Um levantamento do portal Empregos.com.br revelou que o número de oportunidades de trabalho direcionadas para as pessoas com 50 anos ou mais cresceu 165,7% em setembro de 2021, em comparação com janeiro do mesmo ano. Os dados vêm do banco de vagas do site.

Foi em 2021 que Marinelia Soares, de 51 anos, conseguiu a sonhada recolocação. Ela passou cerca de 8 meses sem um emprego fixo e, neste período, conseguiu manter a renda por meio de bicos e outros trabalhos temporários. Em novembro do ano passado ela foi contratada por uma rede de livrarias, onde trabalha como operadora de caixa. Marinelia acredita que o etarismo atrapalha sim os profissionais mais velhos, mas não vê razão nem justificativa deste tipo de preconceito.

"Onde eu trabalho agora tem muitas pessoas mais velhas. Eu percebo que a dona da loja gosta de pessoas mais velhas para trabalhar, a maioria são desta faixa etária. Essas pessoas são mais maduras, têm mais compromisso. Não quero dizer que todos os jovens são imaturos, mas muitos deles não são totalmente formados para certas coisas. A gente vê as coisas de uma outra forma, sabemos lidar com certas situações."

Marinelia confessa e lamenta o fato de não ter feito nenhum curso nem ter se capacitado durante o período em que ficou sem carteira assinada. Alguns especialistas apontam que a defasagem ou desatualização pode ser um dos entraves que atrapalham a contratação de profissionais mais velhos, mas as empresas devem ser mais abertas até mesmo para auxiliar a capacitação e o crescimento profissional desses trabalhadores. Para Jefferson Vendrametto, diretor de relações corporativas do Cebrac (Centro Brasileiro de Cursos), não deveriam existir barreiras para esta população entrar no mercado de trabalho. Ele acredita que os próximos meses e anos devem ser propícios para a recolocação profissional dessas pessoas e defende que estes trabalhadores se capacitem.

“Com as estatísticas de números de vagas aumentando e empresas reconhecendo ainda mais os profissionais acima de 50 anos, a chance desse público se qualificar e estar antenado com as novas demandas é de extrema importância.”

Quem também acredita nisso é Marinelia, que defende que as companhias abram espaço e deem oportunidades para os trabalhadores +50.

"Contratem, sim, pessoas mais velhas. Nós precisamos dar continuidade a nossa carreira, estarmos na ativa, e é bom para quem contrata também, pois somos profissionais altamente comprometidos."

Veja sete diferenciais dos profissionais com 50 anos ou mais:

  1. Experiência profissional e de vida para lidar com desafios e situações de riscos
  2. Comprometimento e responsabilidade
  3. Paciência e senso de cooperação
  4. Melhor compreensão do cenário atual
  5. Pontualidade e organização
  6. Qualificação profissional e diversidade de ideias
  7. Maior capacidade de disseminar a cultura organizacional

Esse conteúdo foi útil?

Siga o Inset

Conheça o Inter

De banco digital para plataforma de serviços integrados: o Inter se reinventou e cria o que simplifica a vida das pessoas.